Produtos Naturais da Biodiversidade Brasileira: Alguns Dados de 20 Anos de Pesquisa no NuBBE

Palestra Vanderlan

ter, 27 jun 2017

Publicado por

prof Vanderlan S BolzaniEspécies de plantas biossintetizam uma grande variedade de metabolitos secundários, desempenhando papel vital na regulação e adaptação dos organismos num determinado ecossistema. Também são muito importantes para regular diversas funções que são fundamentais para a interações planta/planta; planta/inseto, planta/animal, resistência contra pragas e doenças, atração de polinizadores e interação com microrganismos simbióticos, essenciais para a manutenção da biodiversidade terrestes e marinha. Os produtos naturais são importantes para o entendimento dessa engrenagem fascinante que é a diversidade químico-biológica da natureza e modelos moleculares valiosos para a síntese e descoberta de novos modelos de fármacos e outros bioprodutos. Assim, a rica biodiversidade brasileira constitui-se numa excelente fonte de conhecimento novo para diversas áreas de pesquisa e, em especial as das ciências biológicas, químicas e farmacológicas, incluindo, a química medicinal e a descoberta de novos fármacos. O programa BIOTA/FAPESP foi criado em março de 1999 e entre os vários projetos que iniciaram este programa, ressalta-se o primeiro voltado para a busca busca de produtos naturais bioativos do Cerrado e da Mata Atlântica do Estado de São Paulo, com o objetivo de identificar hits e leads a partir da nossa biodiversidade. Nestes 20 anos de pesquisa no NuBBE, mais de 700 substâncias foram isoladas, alguns poucos exemplos serão destacados nesta conferência, onde serão apresentadas as substâncias com maior potencial como protótipos. Decorrente do conjunto de informações armazenados no NuBBE durante este período, recentemente dois grandes projetos aprovados: CEPID CIBFar (Coordenação pelo Prof. Glaucius Oliva, IF-USP, São Carlos, processo no. 2013/07600-3) e INCT NioNat (Coordenação Vanderlan da S. Bolzani, processo CNPq no Processo CNPq: 465637/2014-0 e FAPESP no. 2014/50926-0) as pesquisas foram dirigidas para os produtos naturais já isolados, com potencial para posterior desenvolvimento, visando potenciais bioprodutos. Nesta premissa, a primeira base de dados de produtos naturais da biodiversidade brasileira também está sendo organizada e esses dados serão apresentados. Para alguns produtos naturais bioativos isolados em baixa concentração, mas com potencial para ensaios farmacológicos e toxicológicos mais avançados, foram selecionados para síntese, visando maior concentração dos princípios ativos para realização de prova de conceito.

 

Fonte:

http://www.ifsc.usp.br/index.php?option=com_content&view=article&id=4990:colloquium-diei-qprodutos-naturais-da-biodiversidade-brasileiraqcatid=32:coloquios&Itemid=323

Compartilhe...
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+

0 Comentários