Notícias

USPtalks - Longevidade

ter, 17 jul 2018

Publicado por

O “USP Talks” nasceu em 2016, do desejo de aproximar Universidade e sociedade. O evento, organizado pela Pró-Reitoria de Pesquisa da Universidade de São Paulo (PRP-USP) em parceria com o Jornal “O Estado de S. Paulo – Estadão” e apoio da Fundação Universidade de São Paulo (FUSP), é uma iniciativa que tem como objetivo promover um debate qualificado com a sociedade sobre temas atuais e importantes do cenário nacional, com a participação de renomados especialistas.

Em sua vigésima segunda edição, o “USP TALKS” será realizado pela primeira vez fora da Capital, no próximo dia 26 de julho, na cidade de São Carlos, a partir das 19 horas, no Teatro Municipal Dr. Alderico Vieira Perdigão, localizado na Rua Sete de Setembro, 1.735.
Longevidade -PalestrantesCom o tema “LONGEVIDADE”, o evento contará com a participação dos cientistas Adriano D. Andricopulo, especialista em química medicinal e planejamento de fármacos do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) da Universidade de São Paulo (USP), e Stevens Rehen, especialista em células-tronco e neurociência da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e do Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino; com a mediação de Herton Escobar, jornalista e repórter de Ciência do Estadão.

É com imensa satisfação que convidamos a todos para participarem. O evento é gratuito e aberto ao público.

Os convites para este evento devem ser retirados a partir do dia 18 de julho, na Assessoria de Comunicação do Instituto de Física de São Carlos (IFSC/USP), entre às 9-11h e 14-16h.

Assista AQUI ao vídeo promocional do evento.

Marque na sua agenda!

Fonte:  Assessoria de Comunicação – IFSC/USP

ABC - Vanderlan

qui, 28 jun 2018

Publicado por

A segunda sessão do Simpósio Brasil-França sobre Biodiversidade, promovido pela Academia Brasileira de Ciências (ABC) em parceria com a Academia de Ciências da França, tratou dos produtos naturais da biodiversidade providos de capacidade medicinal. Dentro do tema “O que está escondido na biodiversidade?”, apresentaram seus trabalhos os Acadêmicos Vanderlan Bolzani (Unesp), Eliezer Barreiro (UFRJ) e Elibio Rech (Embrapa), assim como os pesquisadores Manoel Odorico de M. Filho (UFC) e Adrian Martin Pohlit (Inpa).

Biodiversidade pode contribuir muito para o desenvolvimento sustentável

A professora titular do Instituto de Química de Araraquara (Unesp) e vice-presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Vanderlan Bolzani, iniciou comentando como o país é rico em diversidade biológica e também em diversidade química. Em seguida, destacou como isto é importante para a população, seja na forma de metabólitos que podemos obter através dela, como farmacêuticos e agroquímicos, seja como meio eficaz de regular o clima ou auxiliar a polinização, por exemplo.

A pesquisadora apresentou a linha do tempo de como produtos naturais têm ganhado espaço nas pesquisas e têm ajudado a revolucionar a humanidade. Como exemplo, temos a descoberta da morfina (1804), que é uma substância extraída da papoula do ópio, e também a descoberta do captopril (1981), uma substância importante no tratamento contra a hipertensão. Além disso, em 2015, o Prêmio Nobel de Fisiologia e Medicina foi entregue para três cientistas que pesquisaram terapias para combater parasitas a partir do uso de compostos naturais.

De matéria para medicamentos a cosméticos, a biodiversidade brasileira pode contribuir em muito para o desenvolvimento sustentável, trazendo benefícios para a população.


Fonte: Academia Brasileira de Ciências – (Rayanne Azevedo e Juliana Salles para NABC / Foto capa: Wikicommons)

Link para o artigo completo:  http://www.abc.org.br/2018/06/25/biodiversidade-farmacologia-e-produtos-naturais/